terça-feira, 20 de setembro de 2011

PAPA-FORMIGAS Tamnofilídeos

Formam um grupo grande e variado de insetívoros florestais, de porte pequeno ou médio, não comem formigas, mas muitas espécies seguem correições (exércitos de formigas) para capturar insetos e outros pequenos animais em fuga. Gostam de sub-bosque denso e são inquietos, de movimentos rápidos, difíceis de ver em detalhes. A maioria tem padrão de colorido bem definido e dimorfismo sexual.  Têm vocalizações frequentes e fortes, que chamam a atenção. Ninhos em forma de taça.

CHORÓ-BOI  Taraba major

Comum, de ocorrência ampla em sub-bosque de capoeirinha, capoeira e borda de mata. Crista curta despenteada. Bico forte, terminado em gancho, olho vermelho.



O macho preto por cima, faixas brancas nas coberteiras da asa, cauda com barras brancas. Branco por baixo, na fêmea ferrugíneo no lugar do preto, a asa e cauda sem branco.
 
 
Único papa-formigas com esse padrão de preto ou ferrugínero com branco. Em casal, frequenta folhagem densa, às vezes em bandos mistos pouco coesos. Manso, mas é mais ouvido que visto, o canto é uma série de notas “cã” anasaladas, cada vez mais rápidas, muitas vezes terminando com uma nota “crããã” mais grave, como um resmungo. Dá também diversos chamados rascantes.

As CHOCAS  Thamnophilus doliatus  são papa-formigas de tamanho médio, com bico terminado em gancho. Vivem em áreas arbustivas e no sub-bosque de matas, geralmente em casal algumas espécies costumam juntar-se a bandos mistos. Todas vocalizam constantemente.

CHOCA-BARRADA Thamnophilus doliatus

Comum de ocorrência ampla em macega, vegetação arbustiva densa na beira de mata, capoeira e pomares. Crista arrepiada. Olho amarelo. O macho preto barrado de branco por cima, coroa preta, muitas vezes com branco semioculto, nuca de lados da cabeça mais estriados.


Por baixo, branco barrado de preto, a fêmea canela-vivo  por cima, nuca e lados da cabeça estriados de branco-sujo e preto, por baixo , pardo-alaranjada. Mesmo onde é numeroso, ver.



Em casal. Saltita e examina a folhagem a sua volta, buscando insetos, não se junta a bandos mistos. Muito mais ouvido que visto, o canto é uma série sonora e rápida de notas anasaladas que se aceleram, “hã-hã-hã-hãhãhãhãhã!” terminando numa nota bem distinta; lembra uma risada. Ao cantar, o macho costuma erguer a crista e abrir a cauda e ás vezes balança o corpo, a fêmea pode ecoá-lo, com um canto mais agudo e em geral mais curto.




As CHOCAS”CINZENTAS”, todas muito parecidas entre si, são papa-formígas pequenos , com dimorfismo sexual e manchas brancas na asa. São típicas integrantes dos bandos mistos de sub-bosque da mata.

CHOCA-DO-PLANALTO Thamnophilus pelzelni
Razoavelmente comum, de forma localizada, em sub-bosque de cerradão e de mata de galeria.


O macho cinza, com coroas preta e costas mescladas com preto, asa preta com marcas brancas bem visíveis, cauda e coberteiras pretas. Com pontas brancas. Por baixo cinza, barriga mais branca.



 A fêmea marrom por cima, coroa e costas mais acaneladas, asa com o mesmo padrão do macho. Por baixo pardo-alaranjada mais intenso no peito e mais pálido na barriga. Em casal pode juntar-se a bandos mistos bem dispersos, em geral é reconhecida de notas nasais bem enunciadas, que começa lenta, acelera em timbre e termina com um tremular. “hã-há-hahãhahahahahahã

 
O GÊNERO FORMICIVORA reúne papa-formigas bonitos, de cauda longa. Furtivos, mais ouvidos que vistos, vivem em formações arbustivas, não em mata. Na região, os machos tem uma faixa branca da sobrancelha aos flancos. As fêmeas bem diferentes entre si por baixo.

FORMIGUEIRO-VERMELHO Formicivora melanogaster

Razoavelmente comum, de forma localizada, em macega, cerrado, cerradão e sub-bosque de mata de galeria. O Macho marrom-ferrugíneo por cima com sobrancelha branca prolongando-se numa faixa até os lados do corpo.
 
 
 
Coberteiras da asa com muito preto e pintas brancas, penas da cauda com ponta branca, externas orladas de branco. Preto por baixo, com flancos pardos. Chamado mais frequente, um “tididi” rápido e áspero, repetido 12-15 vezes, ás vezes tão rápido que parece um trinado.

4 comentários:

Mychely Mendonsa disse...

Olá já alguns dias tenho ouvido um canto diferente nas árvores do meu quintal e observei esses pássaros lindos acho que seja um casal venho a dias tentando fazer imagem deles e nesse domingo consegui fazer,pouco mas consegui só não consegui gravar o som mas vou continuar tentando. Nunca antes tinha visto tal pássaros por aqui, será que comum tem eles por aqui?

Mychely Mendonsa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Unknown disse...

Boa noite sou do rj capital cabei de ver 2 aves dessa o tididi no meu quintal. Fiquei imprecionado fui atraz para saber axei seu blog. Muito bom.

Anônimo disse...

Aqui no meu quintal está aparecendo um casal todos os dias, não sabia o nome mas pesquisando descobri é um casal de choca barrada. Moro em MG.